Comunicado Huggies

Comunicado importante sobre a determinação da ANVISA

Sintomas precoces da gravidez

Antes mesmo de suspeitar que você esteja grávida, seu corpo experimentará mudanças significativas, desenhadas para apoiar o embrião em desenvolvimento. Hormônios da gravidez como estrogênio, progesterona e hCG (gonadotrofina coriônica humana) serão sincronizados para criar um ambiente nutritivo e protetor para o óvulo recém-fertilizado e implantado.

Quando sentirei alguma coisa?

A maioria das mulheres não começa a experimentar sintomas de gravidez até a semana 6. No entanto, há uma grande variação entre cada mulher, algumas estão tão sintonizadas com seus corpos que sabem quase desde o momento da concepção que algo está acontecendo e se você está tentando conceber, é mais provável que você esteja alerta às mudanças em seu corpo. Por exemplo, os casais que fazem tratamentos de fertilidade são frequentemente mais conscientes dos indicadores iniciais da gravidez.

Não tenho certeza de que eu quero saber

Se você tem tentado conceber, provavelmente você esteja ciente de não criar muita esperança. O desapontamento, após um teste de gravidez negativo ou do período, é uma experiência familiar para muitas mulheres. Lembre-se, se você estiver usando anticoncepcionais baseados em hormônios, pode levar até 12 meses para que a concepção ocorra depois de deixá-los.

Mas eu não sinto algo diferente

Não se preocupe se você não experimenta todos ou muitos dos sintomas da gravidez. Algumas mulheres irão percorrer os estágios iniciais com pouca ou nenhuma alteração mensurável de como elas geralmente se sentem. Isso não significa que elas estão menos grávidas ou mais em risco do que as mulheres que têm todos os sintomas possíveis da gravidez.

Mudanças físicas

  • Uma das primeiras mudanças físicas será um aumento no fluxo sanguíneo no útero, vagina, colo do útero e vulva. Estes tecidos tomam uma coloração azulada ou púrpura distinta no início da gravidez. A maioria das mulheres não o percebem por si só, mas se seu médico faz um exame pélvico, ou seu parceiro é particularmente observador, pode ser notável.
  • Você pode se sentir quase sobrecarregada pela fome. Você pode sentir um vazio em sua barriga por horas, que pode parar quando você come, mas não desaparece completamente.
  • Sensação de ter que urinar com frequência, embora, ao esvaziar a bexiga, não haja tanto volume como de costume. Inicialmente, isso pode parecer uma possível infecção do trato urinário ou o resultado de beber muito cafeína. No entanto, a dúvida pode surgir, especialmente se você teve relações sexuais desprotegidas nas últimas semanas.
  • Náuseas e dor de estômago. Isso pode não chegar ao ponto de precisar vomitar, mas você pode sentir uma sensação de instabilidade indo e vindo durante o dia e a noite.
  • Peitos doloridos, pesados e macios. Seus mamilos podem se tornar mais sensíveis e rígidos, ao ponto de você se tornar muito mais consciente disso. Suas aréolas podem tornar-se mais escuras e maiores do que costumam ser. Seus peitos podem se sentir de forma semelhante a como eles se sentem antes do período, mas ainda mais desconfortáveis.
  • Você pode ter uma pequena perda de sangue vaginal. Não será tão pesada como um período e pode ser do tipo pontilhada. Isso é chamada de sangramento de implantação e ocorre quando o óvulo recém-fertilizado entra na parede vascular do útero.
  • Um dos sinais definitivos de gravidez é a falta de período. Dependendo da duração do ciclo menstrual de cada mulher, o período virá um par de semanas após a sua ovulação. Algumas mulheres ainda têm um período leve durante a gravidez, embora seja raro.
  • Um sabor estranho, metálico ou ácido na boca. Isso é muito difícil de descrever, mas muitas vezes é penetrante e difícil de desfazer. Escovar os dentes e usar enxágues bucais de sabores fortes só disfarçará o sabor.
  • Dor nas costas que você normalmente não possui. As dores de cabeça são outro sinal precoce e acredita-se que são devidas à influência dos hormônios da gravidez.
  • Sensibilidade no sentido do cheiro. Os cheiros que geralmente passam despercebidos podem causar náuseas e desmaios. Você pode desmaiar pelo cheiro da carne crua, especialmente o frango e a carne bovina. Mesmo os cheiros da cozinha que normalmente não a incomodam, podem tornar-se quase intoleráveis.
  • Você pode achar que você desenvolveu aversão aos alimentos e bebidas que você normalmente desfruta. Café, álcool, alimentos fritos ou gordurosos podem fazer você se sentir fisicamente doente. Se você é fumante de cigarro, você pode desenvolver aversão ao cheiro de cigarros e, portanto, a fumar.
  • Você pode começar a desejar alimentos incomuns ou fora de sua dieta normal. Alimentos cozidos ou condimentos podem de repente ser um fascínio novo, bem como alimentos salgados.
  • Você pode sentir chatice, inchaço na barriga e gases. Você se perguntará sobre os pepininhos em conserva e você fará uma promessa silenciosa de se abster deles, mesmo que a causa dos gases não seja influenciada por sua dieta.
  • Sensação de cansaço, até o ponto em que você se pergunta como você vai sobreviver o dia. Isso pode ser pior se você tiver outras crianças para cuidar que exigem de seu tempo e energia.
  • Se você tem monitorado a temperatura do seu corpo para prever sua ovulação, você pode notar que sua temperatura aumenta por cerca de 18 dias. Um aumento temporário da temperatura no momento da ovulação é normal e geralmente retorna ao intervalo normal se um óvulo fertilizado não for implantado.

Mudanças emocionais

  • Algumas mulheres afirmam sentirem-se diferentes, como se algo mudasse dentro delas. Outras podem determinar quando o embrião é implantado na parede do útero, geralmente entre o oitavo e o décimo dia após a ovulação.
  • Você pode estar um pouco chorosa e mais propensa do que o normal a explosões emocionais. Às vezes você pode se surpreender e você se pergunta o que aconteceu com meu temperamento?
  • É perfeitamente normal sentir-se um pouco diferente, porque você precisa se adaptar às mudanças físicas e mentais da gravidez. No entanto, se, em algum momento, você sente que as coisas começam a ser esmagadora ou se torna difícil o dia-a-dia, visite COPE: Centro de excelência perinatal para obter dicas que vão ajudá-la a identificar e lidar com as mudanças durante a gravidez.

A maioria das mulheres espera até ter um atraso em seu período para realizar um teste de gravidez em casa. Para outras, isso parece muito longo. É possível ter um teste de gravidez falso negativo se for feito antes que os níveis de hormônios da gravidez possam ser detectados na urina de uma mulher. No entanto, não é possível ter um teste falso positivo.

À medida que sua gravidez progride, haverá diferentes sintomas e mudanças dentro do seu corpo, alguns serão mais pronunciados e óbvios, enquanto outros serão sutis.

Lembre-se de que não há duas gravidezes exatamente iguais, mesmo se você já teve um bebê, esteja preparada para uma experiência diferente a cada vez.

Você por estar interessado

Níveis de HCG - Hormônios da gravidez

O que é exatamente um gráfico de nível HCG? Bom, a menos que você tenha passado por cuidados de fertilidade ou tenha começado na linguagem única dos especialistas em fertilidade, você não precisa saber isso. Então, não se sinta boba se você estiver um pouco confusa, hCG é o acrônimo do hormônio gonadotrofínico coriónico humano. Este é um hormônio específico da gravidez que é incrivelmente importante para as mulheres que estão grávidas, mas não interessa muito a quem não está.

Níveis de HCG - hormônios da gravidez

O que é exatamente um gráfico de nível HCG? Bom, a menos que você tenha passado por cuidados de fertilidade ou tenha começado na linguagem única dos especialistas em fertilidade, você não precisa saber isso. Então, não se sinta boba se você estiver um pouco confusa, hCG é o acrônimo do hormônio gonadotrofínico coriónico humano. Este é um hormônio específico da gravidez que é incrivelmente importante para as mulheres que estão grávidas, mas não interessa muito a quem não está.

O hCG é o hormônio responsável por todos os primeiros sintomas da gravidez, que faz com que milhões de mulheres em todo o mundo se questionem se estão grávidas ou não, muitas delas, mesmo antes de ter feito um teste de gravidez. Sensibilidade nos seios, sentir-se um pouco emocional (sensível), náuseas e fadiga, todos esses sintomas são devidos ao hCG no corpo.

Níveis de hCG durante a gravidez

Os níveis de hCG na gravidez aumentam de forma consistente até cerca da semana 10-12, nesse momento devem estabilizar-se ou mesmo diminuir. É por isso que os sintomas da gravidez no primeiro trimestre (3 meses) são mais fortes e mais intensos.

Geralmente, os níveis de hCG no início da gravidez se duplicam a cada 2-3 dias com um aumento de pelo menos 60% a cada dois dias. Novamente, isso depende de cada mulher e se ela tem um ou mais embriões. Cada mulher responde à gravidez de uma maneira diferente e como seu corpo reage é completamente único.

Níveis de HCG em semanas desde o último período menstrual. (UPM)

3 semanas (UPM)

5 – 50 mIU/ml

4 semanas (UPM)

5 – 426 mIU/ml

5 semanas (UPM)

18 – 7,340 mIU/ml

6 semanas (UPM)

1,080 – 56,500 mIU/ml

7-8 semanas (UPM)

7, 650 – 229,000 mIU/ml

9-12 semanas (UPM)

25,700 – 288,000 mIU/ml

13-16 semanas (UPM)

13,300 – 254,000 mIU/ml

17-24 semanas (UPM)

4,060 – 165,400 mIU/ml

25-40 semanas (UPM)

3,640 – 117,000 mIU/ml

Mulheres não grávidaz

<5.0 mIU/ml

Mulheres depois da menopausa

9.5 mIU/ml

N.B. é importante lembrar que esses valores são apenas um guia, por isso, eles não são definitivos, eles só dão uma indicação do que poderia ser uma faixa média do nível de hCG. Toda mulher e sua gravidez são únicas e o que pode ser considerado normal para uma, pode não ser para outra. Se você tiver alguma dúvida sobre seus níveis de hCG, é importante que você procure o conselho de seu profissional de saúde.

O que é interessante sobre a hCG é que se as medidas começam altas, elas não continuarão a expandir-se com a taxa mais alta. Para uma mulher cujos níveis de hCG são um pouco lentos no começo, o aumento é muito mais rápido do que em outras. É como se a natureza soubesse que o bem-estar e a sobrevivência do embrião dependem da concentração de hCG e, portanto, não há tempo a perder.

De onde vem o hCG?

O hCG é produzido pelas células que eventualmente se tornam na placenta. Muito antes de se formar completamente, o tecido placentário envia uma mensagem aos folículos ovarianos, onde os óvulos foram liberados. Esta área é conhecida como o corpo lúteo e desempenha um papel muito importante na produção de estrogênio e progesterona, hormônios responsáveis pela construção do revestimento vascular nas paredes do útero, que alimentará e nutrirá o embrião em desenvolvimento antes da formação da placenta. Sem essa retroalimentação, as possibilidades de sobrevivência do embrião seriam mínimas. Pensa-se que as limitações relacionadas com a função do corpo lúteo podem resultar em problemas de fertilidade para algumas mulheres.

Claro, todo esse aumento nos níveis de hCG ocorreu muito antes de uma mulher ter confirmado sua gravidez. O hCG começa a produzir-se cerca de uma semana após o óvulo ter sido liberado e depois de ter sido fertilizado pelo esperma. Uma mulher pode suspeitar que está grávida e fazer os cálculos da data, mas é muito cedo para ser definitivo.

Mas, como sei se estou produzindo hCG?

O hCG é o hormônio que é detectado na urina e sangue de uma mãe grávida e é responsável por essas duas linhas positivas nos testes de gravidez. Se você se sentir um pouco sensível neste momento, isso não é nada comparado com a sensibilidade dos detectores de hCG, mesmo nos testes de gravidez mais baratos.

Mas não importa se o teste que você acabou de fazer diz se você está grávida ou não, você realmente não terá ideia dos seus níveis de hCG. Um teste de gravidez standard não detectará o nível exato de hCG, só se está presente ou não. A menos que, você tenha recebido assistência de fertilidade, onde a precisão é a chave, descobrir que houve um leve aumento no hCG pode causar que o coração, dos casais que estão recebendo apoio para a concepção, pulem.

O Que preciso saber sobre o hCG?

  • A maioria das mulheres grávidas não sabe qual é ou será sua leitura individual de seu hCG.
  • Mesmo que você descubra seu nível de hCG, não se exalte sobre isso. Uma leitura baixa de hCG pode significar uma gravidez e um bebê saudável.
  • Uma ultrassonografia dá um resultado mais preciso do que uma leitura de hCG.
  • Uma leitura de hCG inferior a 5 ml / mL é insuficiente para um resultado positivo da gravidez. Uma leitura acima de 25 mlU / ml é suficiente para ser considerada positiva para a gravidez
  • Uma mulher com uma leitura de hCG entre 5 mlU / ml e 25 mlU / ml pode precisar de mais testes para identificar o que pode estar causando elevação nos níveis de hCG
  • As mulheres podem realizar uma ultrassonografia transvaginal e análises de hCG simultaneamente para calcular a gestação exata de sua gravidez. Uma comparação dos dois resultados pode fornecer um dado muito preciso da idade gestacional do embrião
  • Uma análise de hCG isolada não é útil. Para ter certeza, deve-se comparar uma série de análises de hCG tomadas com uma diferença de alguns dias, muitas vezes há variação: um aumento rápido de concentração, especialmente nas primeiras semanas de gravidez.
  • A data de gravidez ou o tempo de gestação não devem ser estimados a partir da análise de hCG. Existe uma grande variação entre as mulheres e do que é considerado normal.
  • Os níveis de hCG não são indicativos da força, inteligência ou gênero do bebê, eles são simplesmente um indicador para determinar se tem detectado níveis suficientemente altos de hCG para ser analisados.

Mas, o que é interessante sobre o hCG?

  • Quando os níveis de hCG no início da gravidez são inferiores a 1.200 mUI / ml, a concentração de hCG geralmente dobra a cada 2-3 dias. Normalmente, o nível de hCG aumenta em pelo menos 60% a cada dois dias.
  • Quando o hCG está entre 1.200 e 6.000 mUI / ml no início da gravidez, o hCG geralmente leva 3-4 dias para dobrar-se.
  • Quando hCG tem mais de 6.000 mUI / ml, hCG geralmente leva quatro ou mais dias para dobrar-se.
  • Normalmente, após as 9-10 semanas de gravidez, os níveis de hCG diminuem. Esta é a razão pela qual pode haver uma melhoria geral no bem-estar da mãe nesta fase da gravidez.
  • Não faz muito sentido monitorar os níveis de hCG nas gestações precoces acima de 6.000 mIU / ml, pois neste momento o aumento é mais lento e não está relacionado com a gravidez. Após dois a três meses, os valores de hCG diminuirão e, eventualmente, declinarão, mesmo antes de estabilizar-se para o resto da gravidez.

Dicas sobre o hCG

Não se preocupe com seus níveis de hCG. Há pouco que você pode fazer para influenciá-los, preocupar-se e agonizar sobre o que o nível deveria ser, não causará mais que estresse.
Para conhecer definitivamente o seu nível de hCG, é necessário fazer um exame de sangue. Os níveis de hCG podem variar durante o dia, entre dias e entre semanas. Lembre-se, uma análise da hCG não nos diz muito, apenas o nível nesse ponto específico. É o padrão de concentrações e níveis que dá uma indicação muito mais precisa do estado da gravidez e sua viabilidade.

Seu trabalho é cuidar bem de si mesma e fazer tudo o que seja possível para manter-se saudável e em forma. Fazer isso dará a seu bebê as melhores chances de crescer plenamente. Sinta-se segura de que seu corpo sabe o que fazer. Os níveis de hCG não estão sob seu controle.

Você por estar interessado