Ácidez

Você sente uma sensação de queimação que começa no peito e que às vezes chega até a sua garganta? Se sim, você está experimentando azia ou pirose, um sintoma muito frequente das gestações.

Essa sensação se produz pela passagem dos ácidos naturais do estômago ao esôfago. É muito normal que você a sinta especialmente ao deitar-se, tossir ou agachar-se, e ainda mais forte ao levantar peso ou ir ao banheiro.

Apesar de não ser um problema exclusivo desse momento, durante a gravidez a azia é frequente por duas razões:



• Por um lado, enquanto o bebê cresce em sua barriga, ele vai pressionando um pouco o abdômen, o que facilita que os ácidos gástricos subam à garganta.
• Por outro lado, as alterações hormonais podem fazer com que a parte muscular que separa o esôfago do estômago (cardias) esteja menos firme. Esse fato, somado ao aumento da pressão, favorece a passagem do conteúdo do estômago até o esôfago, e assim se produz a sensação de azia. Esse refluxo gastro-esofágico pode inclusive produzir a aparição de alimentos em sua boca sem o esforço de vómito.

Em geral, apesar de ser frequente, esse problema não requer que você tome medidas drásticas para controlá-lo e raramente é uma complicação grave. O que pode ajudar é utilizar travesseiros para levantar um pouco sua cabeça enquanto estiver deitada, não vestir roupas justas e ir dormir somente após 2 horas da última refeição. Caso essa sensação esteja muito forte, você pode ter que tomar algum antiácido, mas estes sempre devem ser receitados pelo médico.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado