A importância do ácido fólico

O consumo do ácido fólico é muito importante para você e para o desenvolvimento do seu bebê enquanto estiver na barriga. Além de trazer múltiplos benefícios mesmo que você ainda não esteja no período gestacional.

O ácido fólico é um dos elementos nutricionais mais importantes para seu bebê. É também conhecido como vitamina B9 e é encarregado de reduzir o risco de deficiências no cérebro e na coluna vertebral do seu bebê, chamados deficiências do tubo neural.

O que é tubo neural?

O tubo neural se converte no cérebro e na medula espinhal do bebê no primeiro mês de gestação, sendo este período o de maior risco para a formação de deficiências. Portanto, se possível, é recomendável aumentar a ingestão do ácido fólico dois meses antes da concepção.

Alimentos com ácido fólico

O ácido fólico pode ser encontrado em frutas, como o melão, melancia, morangos e laranjas. Também em todos os vegetais de folhas verdes escuras e grãos, como lentilhas e feijões.

No entanto, a quantidade geralmente ingerida em uma alimentação regular não chega a cobrir a quantidade que é necessária. Portanto, é aconselhável que você tome um suplemento multivitamínico como reforço, pois este será absorvido mais facilmente pelo seu corpo do que o ácido fólico presente nos alimentos.

O ácido fólico não é benéfico somente durante a gravidez, pois é um elemento importante na produção de glóbulos vermelhos, que previne doenças do coração. Estudos científicos recentes mostram que também diminui a aparição de câncer no colo do útero e no cólon. Outros efeitos benéficos são a prevenção de úlceras bucais, a melhoria da pele e o aumento do leite materno.

Se você esta planejando uma gravidez, visite seu médico para que ele indique um suplemento de ácido fólico adequado. Se já estiver grávida, é importante tomar todos os dias as doses adequadas e recomendadas.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado