Alterações na pressão sanguínea

A pressão sanguínea é a força com a qual seu sangue se desloca por suas artérias. Durante a gravidez, o risco maior é a hipertensão, mas é possível preveni-la.

Uma maior pressão do sangue sobre as paredes de suas artérias pode ocorrer durante a gravidez ou já estar presente antes dela. Isto pode trazer sérios problemas tanto para você, quanto para o bebê, porém, na maioria dos casos é possível prevenir e controlar esse problema por meio de um bom cuidado pré-natal. O medo, a realização de exercícios ou a obesidade também podem afetar sua pressão, para tal, serão necessárias medicações antes do diagnóstico de algum tipo de hipertensão.

Principais sintomas:

  • Dores de cabeça fortes
  • Inchaço
  • Tonturas
  • Visão borrada
  • Ganho de peso repentino

As duas principais formas são a hipertensão crônica ou a hipertensão gestacional. A primeira é quando já há uma pressão arterial elevada anterior a gravidez. Nestes casos, o melhor é consultar um médico antes da concepção, para planejar se será possível a utilização de medicamentos e em quais quantidades que não afetem o bebê. Esta gestação deverá ter uma atenção maior, sendo, às vezes, necessária a realização de mais ultrassonografias que o habitual para controlar o desenvolvimento do bebê. Depois da gravidez, você provavelmente continuará com a pressão alta, portanto, são necessários medicamentos e uma dieta saudável.

O outro tipo de hipertensão é a que se desenvolve depois das 20 semanas de gravidez (gestacional). Ela produz menos riscos ao seu bebê e, por isso, não tem um tratamento específico, pois voltará ao normal logo depois do parto. No entanto, seu médico deverá estar mais atento, ainda que seja algo temporário.

Ambas têm que ser controladas de perto, para assegurar que não são derivadas ou um sintoma de pré-eclâmpsia. Esta alteração hepática apresenta sérios riscos de problemas em órgãos, como a placenta, o rim, o fígado e o cérebro, além dos bebês com pouco peso, partos prematuros e da interrupção da gravidez.

Não está comprovado que o repouso seja benéfico para controlar a hipertensão e evitar a pré-eclâmpsia. Também não é recomendada a perda de peso durante a gravidez, mas, sim, manter uma dieta saudável e equilibrada, evitando o consumo de álcool e cigarro.

Você por estar interessado

Sutiãs de Maternidade

Sutiãs de Maternidade



Ao escolher um sutiã de maternidade, as escolhas são infinitas, então não há motivo para não encontrar um que se encaixe confortavelmente e que a faça sentir-se bem.

Se você sempre comprou o mesmo tamanho de sutiã desde a adolescência, quando seus seios pararam de crescer, isso pode ser uma surpresa. Não pense que você necessariamentre ainda vai usar o mesmo tamanho de sutiã agora que está grávida. Mais do que nunca, é importante que um especialista em sutiãs a aconselhe corretamente. Geralmente, você pode encontrá-los em lojas de departamento e dentro de lojas especializadas em lingerie.

Quando devo comprar um sutiã de maternidade?

Um sutiã de maternidade incorreto pode gerar tensão no pescoço, ombros e costas. Muitas mulheres só percebem que existem outras alternativas, até tentar um sutiã mais confortável.

No primeiro trimestre da gravidez, os seios da maioria das mulheres já passaram por uma mudança significativa. A rigidez e a sensibilidade, junto com o aumento do tamanho, fazem à maioria das mulheres sentirem muito mais incomodo em seus seios. Cada mulher experimenta mudanças únicas em seus seios, embora o aumento de tamanho e peso do tecido mamário seja comum.

A maioria das alterações mamárias durante a gravidez ocorrem nos primeiros quatro meses. Essas mudanças hormonais são essenciais e inevitáveis durante a gravidez, pois preparam os seios para amamentação. Mudanças rápidas no tecido mamário, tamanho e forma, fazem que você se sinta desconfortável com seus seios sem um sutiã apropriado. Se normalmente você evita usar sutiãs, usando apenas tops, talvez seja necessário repensar suas opções de roupas íntimas.

Por que eu deveria comprar um sutiã de maternidade?

Como eles são desenhados para fornecer um nível de suporte diferente do que os sutiãs normais, não possuem fios rígidos e tendem a ter alças mais largas e mais opções de gancho para o fechamento nas costas. Eles são muito diferentes dos sutiãs normais que são desenhados para o tecido mamário não lactante e muitas vezes podem ter a moda e a aparência como uma prioridade

Importa se eu não quiser usar um sutiã de maternidade?

Você não é obrigada a fazer nada, a escolha é totalmente sua. Algumas mulheres não se adaptam bem a esse tipo de sutiã e outras, sim.

No entanto, usar um sutiã, sem dúvida, ajudará a evitar o alongamento do tecido mamário ajudando a reduzir a flacidez e o desconforto.

O que devo procurar quando comprar um sutiã de maternidade?

Três palavras responderão a esta pergunta: conforto, apoio e aparência, cada um desses fatores é igualmente importante. Todas nós tivemos a experiência de vestir um sutiã desconfortável e quando o fazemos, tudo o que pensamos é tira-lo.

Que mulher não entrou na casa, depois de um longo dia, tirou o sutiã e sentiu um grande alívio?

Posso usar os mesmos sutiãs de maternidade para todas as minhas gravidezes?

É possível, desde que estejam em boas condições e não tenham perdido suas propriedades de suporte. Muito uso e a lavagem podem corroem as fibras e, como qualquer outra roupa, os sutiãs de maternidade têm vida útil.

Cada gravidez coloca novas exigências e alterações hormonais sobre os seios de uma mulher e a taxa de crescimento dos seios pode ser diferente para cada gravidez.

Cuidado dos sutiãs de maternidade

Embora os fabricantes recomendem lavá-los à mão, é muito difícil ter tempo para isso. No entanto, se você cuidar de seus sutiãs de maternidade, eles cuidarão de você e durarão mais do que se você os colocar na máquina de lavar.

Evite lavar com água quente, isso só irá destruir as fibras elásticas e qualquer cordão que tenha. 

Você por estar interessado