Anormalidades do útero

É o encarregado de acolher seu bebê. Será onde ele vai viver e se desenvolver durante nove meses

O útero se encontra entre sua bexiga e o reto, é um órgão muscular que mede aproximadamente 7 cm, com formato similar a uma pêra. É formado a partir da união de duas partes ainda antes de você nascer. No entanto, às vezes, não chega a se completar e são produzidas anormalidades congênitas deste órgão. Geralmente, se pode viver com elas e nem se dar conta.

Abaixo te apresentamos algumas delas e suas principais características:

  • O caso mais frequente é do útero bicorno. Neste caso, a forma de pêra muda para a forma de coração, com um dos extremos superiores maiores.
  • Também há o útero unicorno, que tem a metade do tamanho habitual, contando com somente uma trompa de Falópio.
  • Um caso muito pouco frequente é o do útero duplo. Neste caso, uma parede de tecido chamada septo divide o útero, criando duas cavidades inferiores.

Estas anormalidades podem causar problemas em sua fertilidade, mas em sua maioria não impedem a concepção, ainda que te dificultem a tarefa.

Como afeta a gravidez?

A respeito da gravidez, sua principal influência no desenvolvimento de bebê é que ele não terá espaço suficiente. Por este motivo, os partos prematuros são mais prováveis, pois chega um momento em que o bebê não tem mais espaço para crescer. Também é provável que próximo à data do parto, o bebê continue sentado dentro da barriga, o que torna a cesárea necessária.

Em caso de dúvidas, o melhor é consultar seu médico. Por meio de um estudo poderá examinar seu útero e trompas e determinar se há alguma anormalidade. Geralmente é realizado por meio de ultrassonografias ou também uma laparoscopia.

Se o seu caso for um dos citados anteriormente, é muito importante que, para cuidar de sua saúde e da do bebê, você vá às consultas frequentemente: seu obstetra vai realizar um check-up constante em ambos. Fique tranquila, esclareça todas as suas dúvidas e mantenha-o informado sobre qualquer mudança.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado