Fadiga na gravidez

Se você se sente muito cansada, não se preocupe, este é um sintoma muito recorrente, sobretudo nos primeiros meses de gravidez, e está vinculado aos altos níveis hormonais (progesterona), e à energia que o bebê demanda.

Outros fatores que também influenciam são náuseas e vômitos, que podem alterar o funcionamento normal de seu corpo. A falta de sono ou a necessidade de se levantar repetidamente durante a noite para ir ao banheiro impedem um descanso correto, além do estresse, da falta de exerício, etc.

É recomendável que nesta etapa você leve tudo com tranquilidade. Não trabalhe horas extras, tenha pequenos intervalos de descanso durante o dia, durma por volta de duas horas a mais por noite e aceite toda a ajuda que te oferecerem, tanto nos serviços de casa, como nos profissionais. Tenha uma dieta saudável e, ainda que te pareça difícil, realize alguma atividade física.

Uma grande fadiga também poderia ser um sintoma de anemia ou febre, ou em alguns casos de doenças hepáticas. Por esta razão, se você se sentir muito cansada ou tiver também outros sintomas, é sempre bom que tenha cuidado e os reporte ao seu médico.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado