Quais são os exercícios de Kegel?

Os exercícios de Kegel são exercícios muito simples que lhe proporcionam importantes benefícios durante a gravidez. É uma boa alternativa que você precisa conhecer

Os exercícios de Kegel são exercícios muito simples que lhe proporcionam importantes benefícios durante a gravidez. É uma boa alternativa que você precisa conhecer.

Durante a gravidez, o peso do bebê enfraquece os músculos do assoalho pélvico, chamado músculo pubococcígeo ou perineal. Isso pode levar principalmente a incontinência urinária que pode estender-se após o parto e, em alguns casos, prolapsos (queda dos órgãos intra-abdominais) e disfunções sexuais.

Os exercícios são muito simples e você pode fazê-los em qualquer lugar e momento, pois só você saberá que os está fazendo. A primeira coisa que você precisa fazer é aprender a identificar os músculos do periné: a maneira mais simples é parar a liberação de urina por alguns segundos e relaxar-se novamente. Se você o consegue, você identificou seus músculos perineais e realizou seu primeiro exercício de Kegel.

Idealmente, faça isso pelo menos quatro vezes por dia, cerca de 50 repetições cada uma. Dessa forma, você chegará ao parto mais preparada e segura de seu corpo. Se você está cansada ou com dor nas costas depois de realizar os exercícios, é porque você está usando os músculos errados. Tente relaxar-se e concentrar-se apenas nos músculos do assoalho pélvico.

Estes exercícios são indicados durante a gravidez e após o parto, pois contribuem a recuperar o tônus muscular do assoalho vaginal e pélvico.

Benefícios dos Exercícios de Kegel

Vai ajudar a eliminar ou prevenir a incontinência agravada pelo peso do bebê na bexiga

Vai ajudar a facilitar o parto, diminuindo a chance de rasgamentos

Vai ajudar a aumentar a circulação sanguínea na área retal, reduzindo a possibilidade de hemorroidas.

Vai ajudar a prevenir o prolapso vaginal ou uterino (deslocamento) depois de ter a seu bebê

Vai ajudar a retornar a suas atividades pós-parto normais sem medo de incontinência quando você rir, tossir ou espirrar.

Vai ajudar a recuperar sua vida sexual normal após o parto

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado