Semana 07: Uma dieta saudável e nutritiva

Devido à aceleração do seu ritmo metabólico, você terá uma maior necessidade alimentícia. Isso não significa, no entanto, comer o dobro do habitual.

Para que você tenha uma ideia, durante a gravidez são necessárias aproximadamente 300 calorias a mais por dia, incluindo um importante nutriente, a proteína (aproximadamente 30 gramas a mais por dia). As proteínas são substâncias orgânicas que contém:

  • Carbono
  • Hidrogênio
  • Nitrogênio
  • Oxigênio.

O consumo de alimentos ricos em proteína é fundamental para o desenvolvimento da estrutura corporal, pois fornecem o material necessário para o crescimento e a formação dos tecidos e órgãos do corpo. Algumas proteínas formam parte do sistema imunológico e, desta forma, acentuam a capacidade do organismo de se defender. Estas substâncias “fundamentais” são encontradas em diversos alimentos, tanto os de origem animal (carnes, peixes, leite e ovos), como os de origem vegetal (legumes, cereais e frutos secos).

Alimentação, a chave durante a gravidez

Sua dieta é muito importante nesta etapa, lembre-se que você esta comendo por você e por seu futuro filho. Tente seguir as recomendações abaixo e assim contribuirá para a boa saúde de seu bebê:

1. Dieta balanceada: o melhor desta etapa é comer uma grande variedade de alimentos ao longo do dia. Deve incluir: proteínas, farinhas, gorduras, frutas e vegetais. (Carne, ovo, peixe, leite, legumes, grãos, cereais e frutos secos).

2. Açúcar: tente consumir alimentos ricos em açúcar*. Frutas, verduras, leite e seus derivados, e também doces.

3. Gorduras: evite alimentos fritos.

4. Água: o mais recomendável é tomar ao menos 8 copos de água por dia. Lembre-se que alguns alimentos já contém água, tais como as frutas, as verduras, o leite, porém, pode complementá-los ingerindo sucos, chás, mate e outras infusões.

5. Álcool e outras substâncias: abstenha-se de bebidas alcoólicas, cigarros e drogas.

*Em caso de dúvidas, procure o seu médico, ou seu nutricionista.

Uma grande variedade de fatores influencia o desenvolvimento intrauterino. No entanto, o mais importante deles é o nutricional. A mãe deve ter uma alimentação apropriada porque dela depende seu bebê. Também influenciam outras condições patológicas próprias da gravidez (hipertensão, por exemplo). Desta maneira, o peso e o tamanho até o nascimento são consequências da qualidade de vida da mãe, especificamente, do seu estado nutricional.

Seu corpo

Os sintomas mais comuns nessa etapa são:

  • Náuseas
  • Sabores estranhos
  • Seios sensíveis e aumentados
  • Temperamento irritadiço

Talvez você não experimente todos estes mal-estares, já que todas as mulheres são diferentes umas das outras. Em todo caso, passa rápido! Seu corpo passa por mudanças: não se nota ainda o aumento da barriga, mas você já pode ter ganhado algum peso.

Seu bebê

  • A esta altura seu bebê já duplicou de tamanho: mede entre 10 e 13 mm. Este ser tão pequeno só pode ser visto por meio de uma ultrassonografia. Quanta emoção junta!
  • Verá que sua cabeça é enorme em relação ao resto do corpo. O coração bate muito rápido e já tem quatro cavidades.
  • Os brônquios começam a se desenvolver nos pulmões. Quanto as suas mãos e pés, parecem nadadeiras.
  • Seu rosto se desenvolve de forma rudimentar, assim como os pulmões, olhos, ouvidos, sistema digestivo, braços e pernas, ainda primitivas.
  • O bebê usa a placenta como seu principal órgão excretor antes de nascer. No entanto, a principal função deste órgão é a de assegurar o transporte de nutrientes da mãe ao feto.

Tentamos informar da forma mais precisa possível, mas tendo em conta que as taxas de crescimento e desenvolvimento da gestação são ocasionalmente diferentes para cada mulher, recomendamos que leia a semana exata de sua gravidez, também a semana antes e a semana depois. Em caso de dúvida, não hesite em contatar seu médico.

Você por estar interessado

Semana 34: Compartilhando a alegria

É um bom momento para começar a informar-se sobre tudo o que se refere ao parto para tomar decisões conscientes e responsáveis sobre o nascimento do seu bebê.

Você pode deixar essa lista com alguém que se encarregue de avisar a todas as pessoas, assim, todos vão celebrar com você este momento tão especial da sua vida.

Seu corpo

  • Se esta difícil dormir uma noite inteira, experimente testar alguns conselhos simples: não tire sonecas à tarde, faça exercícios e mantenha-se bem hidratada. Além disso, evite o consumo de líquidos depois das 20 horas para não urinar com tanta frequência. Se não conseguir dormir, é melhor ler ou ver televisão e esperar que o sono volte.
  • Seu corpo suporta cada vez mais peso devido ao avanço da gravidez. Suas costas sofrem e isso provoca uma dor forte. Para isso, é recomendável um bom e relaxante banho de banheira.
  • Devido à pressão que o bebê exerce na sua pélvis, você tem a sensação de que ele desceu ainda mais.

Por outro lado, suas ansiedades e medos podem causar o aparecimento de dúvidas sobre o parto prematuro. Por isso, informe-se bem sobre quais são os sinais e sintomas deste parto:

  • Cólicas que se parecem às cólicas menstruais e que podem vir acompanhadas de diarreia, indigestão ou náuseas.
  • Um fluxo aquoso, de cor rosada ou café, acompanhada de um material mucoso.
  • Fluido amniótico saindo pela vagina.

Seu bebê

  • O bebê mede aproximadamente 43 cm e pesa ao redor de 2400g.
  • Ele se mexe bastante enquanto está acordado, mas, como os recém-nascidos, passa bastante tempo dormindo.
  • Os olhos do seu bebê agora ficam abertos enquanto ele está acordado e se fecham quando o pequeno dorme.
  • Seu sistema de imunidade está desenvolvendo defesas contra inúmeras doenças. Se for um menino, seus testículos já estão junto ao escroto.

Tentamos informar da forma mais precisa possível, mas tendo em conta que as taxas de crescimento e desenvolvimento da gestação são ocasionalmente diferentes para cada mulher, recomendamos que leia a semana exata de sua gravidez, também a semana antes e a semana depois. Em caso de dúvida, não hesite em contatar seu médico.

Você por estar interessado