Semana 21: Na metade do caminho

Você já está na segunda metade da gestação, seria uma boa ideia começar a pensar sobre o parto e falar com o seu obstetra sobre as diferentes opções.

A esta altura, o seu médico te dará toda a orientação sobre as posibilidades de ter um parto normal ou cesariana. Em caso de uma cesária, o nascimento do bebê acontece por meio de uma incisão cirúrgica, ou seja, um corte no abdômen (barriga) e útero (matriz). Por outro lado, se você optar pelo parto normal ou vaginal, a chegada do bebê acontecerá de forma natural. No entanto, existem situações onde o parto vaginal é impossível de acontecer, nesses casos, a cesariana é a opção mais segura para que o seu bebê nasça bem.

Seu corpo

  • Sua barriga definitivamente já é notória, e enquanto isso você continua ganhando peso.
  • O aumento do tamanho do seu abdômen faz com que você sinta sua pele esticada, o que pode causar uma leve coceira.
  • Seus seios continuam aumentando e o colostro pode começar a aparecer, ainda que isso geralmente aconteça um pouco mais tarde.
  • O colostro tem uma cor amarelada e é um fluido essencial para as primeiras horas de vida do bebê, já que fornece a quantidade de líquido e proteínas que ele necessita. Além disso, essa substância provê os anticorpos que ajudam na batalha contra os germes que o esperam fora do útero.

Seu bebê

  • Seu bebê agora mede uns 20 cm e pesa de 350 a 400 grs.
  • A etapa de crescimento acelerado se finaliza nessa época. O bebê continuará crescendo, mas não no mesmo ritmo de antes.
  • Nesse momento, o pequeno desenvolve seu sistema imunológico. Se formam os glóbulos brancos, que são um dos componentes mais importantes do nosso organismo.
  • Quanto aos movimentos, é provável que o bebê esteja mais ativo de noite, enquanto você estiver mais quieta. Durante o dia, quando você estiver mais agitada, é possível que ele fique mais tranquilo.
  • Um dos movimentos que você pode sentir em seu ventre é o soluço do seu bebê. Isso é causado pelos pulmões do pequeno, que estão se preparando para respirar.

Tentamos informar da forma mais precisa possível, mas tendo em conta que as taxas de crescimento e desenvolvimento da gestação são ocasionalmente diferentes para cada mulher, recomendamos que leia a semana exata de sua gravidez, também a semana antes e a semana depois. Em caso de dúvida, não hesite em contatar seu médico.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado