Semana 24: os seis meses

Chegaram os seis meses e com eles uma nova visita ao médico. E se você estiver preocupada com os quilos que engordou, confira algumas dicas bastante úteis.

Nova visita ao médico

Aos seis meses é preciso realizar uma nova consulta médica. Além do peso e da altura, o doutor irá controlar como o seu bebê está se desenvolvendo. Entre outras coisas irá apalpar a sua cabeça e observar como a move, que sons apresenta, se consegue se virar e segurar objetos, como se mantém em pé, o que come e que alimentos rejeita, qual é o padrão do seu sono, se chorar muito ou se tem algum vestígio de dentes.

Também lhe perguntará muito a respeito de sua visão, audição e a interação com a família e tudo que o rodeia. Todos os bebês têm diferentes ritmos de crescimento, alguns demoram mais e outros menos em alcançar determinadas habilidades, mas estes exames servem para detectar precocemente se há algum problema. Mais uma vez: não deixe de anotar as perguntas e tirar qualquer dúvida que tenha acerca da sua saúde, desenvolvimento ou alimentação.

Possivelmente, o médico lhe recomendará a introduzir alimentos sólidos na alimentação do bebê. De acordo como evolui o pequeno, dirá a você que alimentos dar e qual a quantidade. Prepare-se para um nova experiência!

Uma das vantagens de um bebê mais desenvolvido e ativo é que pode ser um pouco mais independente. Esta habilidade reduz os riscos de Síndrome da Morte Súbita, já que são capazes de se virarem enquanto dormem.

Recuperando a sua silhueta, recuperando energias

  • Se continua preocupada em perder os quilos que ganhou na gravidez, ou simplesmente quer fazer ginástica para recuperar as energias, pode incluir o seu bebê em exercícios bastante simples e prazerosos. Parece clichê, mas o melhor é caminhar com o seu bebê no carrinho. Andar em ritmo desacelerado regularmente é muito recomendado para movimentar todos os seus músculos enquanto recupera ar e de quebra não passa o dia inteiro dentro de casa.
  • Os especialistas também recomendam a natação. É muito positivo para os dois: ajuda a você a relaxar e a recuperar tonificação nos músculos, enquanto que para ele, a água é uma aventura fascinante.
  • Outra saudável e divertida opção é dançar no ritmo da música.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado