Semana 8: a vista do seu bebê

Nesta etapa, o seu filho já é capaz de diferenciar cores. Aprendamos a estimular um sentido que evolui e amadurece muito rápido.

A vista é o meio pelo qual o seu bebê descobre todo o ambiente que o rodeia. Ao nascer é sentido menos desenvolvido, ou seja, não está igualmente desenvolvido que o nosso. Por esta razão, os recém-nascidos têm as seguintes características a respeito da visão:

  • Não podem forcar bem os objetos.
  • Carecem de claridade para ver coisas distantes.
  • Seu alcance visual é limitado.

No entanto, o recém-nascido pode perceber mudanças na intensidade da luz, já que distingue lampejos e reflexos. Por exemplo, quando você acende a luz do seu quarto que estava totalmente escuro. Também é capaz de ver objetos numa extensão de 20 a 30 centímetros e provavelmente numa escala de branco, negro e cinza. É, justamente, a distância que separa seu rosto do da sua mãe quando o amamenta, ou do papai quando o coloca para dormir. Que belos olhares!

Sua evolução

O recém-nascido também pode fixar pontos de contraste. A visão do seu bebê progride rapidamente, assim que aos três meses será capaz de focar objetos.

Um mundo a cores

A percepção da cor melhora nos primeiros meses. No início não distinguiam detalhes, mas a partir da 8ª semana, passam a diferenciar cores de todos os espectros. Nos primeiros meses preferem as cores fortes. Escolham brinquedos, objetos e móveis que estimulem sua visão e que chamem sua atenção a partir destas características: entre um pedaço de tecido cinza e um colorido, vejam qual lhe chamará mais a atenção.

Sobre a cor dos seus olhos

Os bebês não costumam conservar a cor dos olhos que apresentam ao nascer. A esta altura verão que se tinham olhos claros, foram escurecendo aos poucos. Em compensação, os olhos escuros geralmente mantêm a sua cor.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado