Condições básicas para um parto normal

Para que um parto natural possa acontecer sem o sofrimento da mãe, devem acontecer algumas condições básicas.

Respeito pela intimidade. Ou seja, favorecer tudo aquilo que contribua para gerar um ambiente confortável para a mãe: quarto adequado, luzes fracas, equipe especializada e amável, temperatura agradável e presença da pessoa(s) querida(s).

Respeito pela fase de expulsão fetal. Muitas vezes, a equipe que atende o parto tenta decidir quando a mulher tem que empurrar ou não. A fase de expulsão fetal é onde em algum momento a mulher sente a necessidade de empurrar, e que se não pode controlar. Isso é muito mais simples do que parece e não necessita de ordens, nem sinais. Se esse momento é respeitado é provável que o bebê nasça em poucos instantes.

Sem o abuso de medicações. Não utilizar medicamentos durante o parto para provocar contrações, como o caso de gotejamento, e nem anestesias que não são requeridas pela mulher.

Respeitar o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê. Isso se consegue não separando a ambos imediatamente após o parto e favorecendo a lactância precoce, desde pouco depois do nascimento.

Você por estar interessado

Sintomas de que o parto está próximo

O sinal que melhor indica o momento do parto é o começo das contrações. No entanto, existem alguns outros sintomas que podem alertar sua aproximação.

Sensação de que o bebê está mais para baixo: ao preparar-se para o canal do parto, o bebê desce e pressiona o púbis. Isto pode ocorrer semanas ou momentos antes do parto.

Aumento das secreções vaginais: pode ser transparente, rosado ou com rastros de sangue. É a perda do tampão mucoso, que pode ocorrer alguns dias ou horas antes do parto.

Rompimento da bolsa: é a descarga do fluxo aquoso da vagina, um líquido quente que corre pelas genitais. Isto pode ocorrer várias horas antes das dores do parto.

Quando ligar para o seu obstetra?



  • Sempre que a bolsa de água romper, inclusive se você não tiver dores, nem contrações.
  • Se o bebê parou de se mexer na barriga.
  • Se houver hemorragia vaginal distinta das secreções com rastros de sangue.


Se você não tiver nenhum destes sintomas, o método para identificar o momento de ligar para o seu médico é calcular o tempo entre uma contração e outra. Também se as contrações são intensas e regulares, se o intervalo entre uma e outra vai diminuindo e se movimentar ou mudar de posição não aliviar a dor. Mas fique tranquila, há tempo: do trabalho de parto até o nascimento podem passar de 8 a 12 horas.

Você por estar interessado