Parto em casa: o papel do obstetra

O obstetra é quem fornece o saber médico e técnico, assim como equilibro e paciência.

O médico obstetra trabalha em equipe junto à parteira, seu trabalho consiste em entender a fisiologia do parto para saber atuar oportunamente quando se produz um imprevisto.

O obstetra chega ao lar quando convocado pela futura mãe ou, na maioria das vezes, pela parteira – que indica que o trabalho de parto já se encontra avançado. O médico leva instrumentos mínimos para dar assistência, um pequeno aparelho portátil de monitoramento eletrônico e/ou tubos de oxigênio, no caso de suturar um rasgo ou fazer uma episiotomia se houver necessidade. O restante dos materiais necessários já está na casa, comprados pelos pais por indicação do médico.

O profissional que assiste a um parto em casa deve estar atento a todas as possíveis complicações enquanto acompanha a futura mãe. Estar fora do hospital implica um compromisso emocional e sério.

As futuras mães que optam pelo parto em casa, não negam os avanços da tecnologia, mas, sim, o uso indiscrimidado dela. Querem um médico que atenda, aceite e acompanhe suas escolhas para o parto.

Você por estar interessado

Sintomas de que o parto está próximo

O sinal que melhor indica o momento do parto é o começo das contrações. No entanto, existem alguns outros sintomas que podem alertar sua aproximação.

Sensação de que o bebê está mais para baixo: ao preparar-se para o canal do parto, o bebê desce e pressiona o púbis. Isto pode ocorrer semanas ou momentos antes do parto.

Aumento das secreções vaginais: pode ser transparente, rosado ou com rastros de sangue. É a perda do tampão mucoso, que pode ocorrer alguns dias ou horas antes do parto.

Rompimento da bolsa: é a descarga do fluxo aquoso da vagina, um líquido quente que corre pelas genitais. Isto pode ocorrer várias horas antes das dores do parto.

Quando ligar para o seu obstetra?



  • Sempre que a bolsa de água romper, inclusive se você não tiver dores, nem contrações.
  • Se o bebê parou de se mexer na barriga.
  • Se houver hemorragia vaginal distinta das secreções com rastros de sangue.


Se você não tiver nenhum destes sintomas, o método para identificar o momento de ligar para o seu médico é calcular o tempo entre uma contração e outra. Também se as contrações são intensas e regulares, se o intervalo entre uma e outra vai diminuindo e se movimentar ou mudar de posição não aliviar a dor. Mas fique tranquila, há tempo: do trabalho de parto até o nascimento podem passar de 8 a 12 horas.

Você por estar interessado