Carinhos para ajudar a dormir

Poucos hábitos são tão benéficos para ajudar no regulamento e na qualidade do sono do bebê como as massagens cotidianas. Se você conseguir transformar a massagem em rotina, isto favorecerá que o seu filho obtenha um sono tranquilo e profundo.

Para que o ritual seja mais eficiente, há quem recomende utilizar óleos e hidratantes para peles sensíveis, mas atenção, por via das dúvidas, lembre-se de fazer o teste de alergia antes de usá-los.

Encontrar o momento adequado é fácil:


• Não pode ser quando o pequeno estiver com fome e nem imediatamente após ter se alimentado. O ideal é fazer a massagem no intervalo entre as refeições.
• Ao terminar de lhe dar banho é uma excelente opção, afinal, após o prazer de estar em contato com a água, ele se encontrará animado e receptivo. As massagens lhe darão um prazer extra.
• Se, no meio de uma brincadeira tranquila, notar que o bebê está começando a ficar irritadiço, este é um bom momento para massageá-lo, assim ajudará a baixar a intensa estimulação do seu sistema nervoso.

Você por estar interessado

Compreendendo o sono do bebê recém-nascido

O seu bebê está numa fase em que as mudanças ocorrem em tal velocidade que não pode ser comparada a nenhuma outra etapa da sua vida. Nem mesmo na adolescência crescerá e mudará com tamanha rapidez. Não se esqueça de que até pouco tempo vivia num lugar aconchegante e seguro, diferente de dormir num berço, que embora possa ser muito bonito, não é tão confortável quando a sua barriga.

O sono dos bebês não é igual ao dos adultos

Para ajudá-lo a dormir, é importante ter em mente alguns dados sobre é o sono dos bebês, principalmente porque têm um sono bastante diferente dos adultos e, às vezes, têm hábitos extremamente opostos.

Por exemplo, enquanto os grandes destinam 8 horas para descansar, os bebês reservam esta mesma quantidade de tempo para estar acordados. As outras 16 horas são usadas para dormir, despertando a cada três horas para poder se alimentar.

Assim sendo, não é possível que os bebês recém-nascidos se adequem rapidamente aos nossos costumes. É mais fácil que o papai e a mamãe entendam que o modo como concebiam o descanso terá que mudar totalmente, pelo menos durante estes primeiros meses.

Aos três meses: criando hábitos

A partir dos três meses, os bebês começam a se adaptar e a ter períodos de sono – umas seis horas – mais prologandos pela noite. Você irá perceber porque nesta fase, o pequeno passa a ficar mais tempo acordado durante o dia. Desse modo, se suas intenções é criar hábitos de sono em seu filhinho, é recomendável esperar até o primeiro trimestre.

Enquanto você se acostuma a este novo caos que são as noites com um recém-nascido, pode aproveitar para intercambiar aprendizados. Enquanto aprende as características do sono do seu bebê, ele irá se adaptando a este novo mundo que você o apresenta.