O aniversário de 2 anos em casa: animação

Quem disse que um aniversário em casa seria entediante? Siga estes conselhos e se transforme numa verdadeira animadora!

A opção de fazer a festa em casa está um pouco fora de moda frente ao auge dos buffets e salões.
Para as crianças, no entanto, parece-lhe uma experiência nova e até excitante.
Tem a possibilidade de integrar o mundo da sua casa com o mundo social e sem dúvidas o aniversário tem mais personalidade do que os que são feitos num salão.

Pura diversão!

Se a ideia é economizar, terá que evitar contratar animadores, mas não por isso deixar a organização da festa à própria sorte. O que não deve faltar é uma seleção de música chiclete e que as crianças conheça. Depois, organizar uns jogos simples, como gincana de procurar o tesouro.

Lembre-se que para eles isto tudo é uma novidade. Então não se esqueça de garantir prêmios para todos.

Não é recomendável usar disfarces de palhaços ou outros que tenham caretas, ou caras muito pintadas. É comum que isto provoque o efeito inverso ao desejado. Os pequenos, aos menos até os 4 anos, podem se assustar muito, mesmo no caso de parecer a sua personagem favorita.

Se quer um animador com disfarce, o ideal é que se troque diante das crianças, como parte do show.

Outra boa opção são os mágicos e os truques de magia que nunca falham.

Você por estar interessado

O quarto do bebê

Passaram os primeiros meses de vida e decidiram que é hora do bebê ter o seu próprio quarto. Saibam tudo o que é preciso para que a decoração infantil não afete o sono do seu filho e que seja um espaço seguro

O quarto das crianças é um espaço pessoal e ali passarão várias horas por dia.

A possibilidade de dar ao seu bebê o seu próprio dormitório tem duas principais vantagens:

  • Favorece a independência da criança.
  • Os pais recuperam o seu próprio espaço.

No entanto, entre tantas opções para decorar espaços infantis não devemos deixar de lado que o quarto será basicamente um lugar de descanso.

Por esta razão, o ideal é que este ambiente seja:

  • Aconchegante
  • Estimulante
  • Seguro
  • Agradável
  • Funcional

Sobre as cores

A decoração e as cores influenciam diretamente no sono das crianças. Uma má escolha pode gerar pesadelos noturnos, principalmente entre os dois e cinco anos de idade. O melhor então é optar por tons pastéis.

Sobre a iluminação

Recomenda-se utilizar uma iluminação indireta e suave para que ajude a conciliar o sono do bebê e não o deixe alterado quando acordar ou quando requeira atenção durante a noite. Um ponto importante na escolha dos artefatos de luz é a segurança.

Não é indicado o uso de luminárias de pé, já que se transformam em riscos para o primeiro mês do bebê. No caso de usar abajur, deve estar longe do alcance das crianças e com o fio oculto. É preciso prever que as lâmpadas fixas, tanto as que ficam pregadas na parede quanto as penduradas no teto, não podem ser alcançadas se a criança se coloque de pé na cama ou numa cadeira.

Sobre os móveis infantis

É bom contar com uma poltrona ou cadeira de balanço nos primeiros meses, seja para descansar, dormir ou alimentar o bebê.

Ao que se refere ao berço, quando o bebê já tenha um ano de idade, não esqueçam de controlar a altura das barras, pois se chega a altura do abdômen, a criança pode cair.

Cantinho dos jogos

Quando já estejam maiores, pode-se preparar um cantinho dentro do quarto para os jogos. Mas o recomendável é que os brinquedos não invadam todo o dormitório.

Você por estar interessado