Os primeiro calçados do seu bebê

Há modelos modernos e coloridos. Cada vez temos mais alternativas para calçar o nosso bebê. Como escolher e quais fatores devemos levar em conta para não machucar os pezinhos do nosso pequeno.

Quando o nosso filho é apenas um bebê, não é necessário calçá-lo. Basta abrigar os seus pés com meinhas. Porém quando começa a anda podemos ajuda-lo escolhendo sapatos adequados para os seus primeiros passos.

Mitos

Às vezes, os pais acham que o bebê precisa ser calçado para formar os seus pezinhos. No entanto, especialistas concordam que o pé se forma sozinho e que a finalidade de calçar o nosso filho está relacionado com:

  • Evitar feridas.
  • Dar estabilidade para que se sinta seguro ao ficar de pé.

Para não esquecer

Além de escolher um calçado bonito, cômodo e durável é preciso analisar o material do sapatinho. Recomenda-se que seja flexível, suave e sem arestas duras. Escolha o que tenha uma sola resistente e suave na zona de flexão do pé para que se adapte aos movimentos do pequeno.

É importante que seja de borracha ou antideslizantes para evitar escorregões e quedas. A respeito do molde, não deve ser muito estreito, mas também não muito largo, pois causaria incômodos.

A forma tem que se adaptar ao pezinho da criança, e é preferível que a ponta seja mais redonda e amplia. Sobre o material do peito do pé, o melhor é que seja de coro ou algodão, e se recomenda evitar materiais sintéticos que não favorecem a transpiração e causam micose.

Sobre o tamanho

Quando o sapato escolhido é caro, pesamos na duração, e por isso, caímos na tentação de comprá-lo grande. O ideal é que entre a ponta do dedo mais comprido e a ponta do sapato fique o espaço de um polegar longo. É conveniente revisar com frequência o calçado do bebê porque é possível que o sapato já tenha ficado pequeno. Se aparecem pequenas zonas avermelhadas no pé da criança, significa que o calçado ficou pequeno.

Às compras!

O melhor momento para comprar sapatos é pela tarde, quando o pé está mais dilatado. É importante que a crianças prove o sapato para certificar que o número seja o correto. Também convém revisar o interior do calçado para detectar se há costuras que possam provocar futuras fricções.

Você por estar interessado

Primeiros passos: o bebê se põe de pé

O pequeno está crescendo mais rápido do que imaginavam. Com medo, verão como ele é capaz de buscar apoio para se levantar e se manter de pé. Trata-se do início de uma importante etapa que o levará a dar os seus primeiros passos.

O comportamento dos nossos filhos é a prova mais concreta do seu nível de desenvolvimento. Ainda que não exista uma idade “normal” para certas conquistas, calcula-se que o bebê tentará a se pôr de pé por volta dos 8 meses.

Um meio para um fim

Qualquer móvel da casa, as barras do berço, ou inclusive os seus braços ao segurá-lo, serão um meio ideal para que o seu pequeno o utilize como ponto de apoio para ficar de pé. Tentará conseguir de várias maneiras, seja para pegar um brinquedo, alcançar o irmãozinho ou tocar no que não deve. Por este último motivo, já não terá que somente tirar os objetos em que possa bater enquanto engatinha como também guardar aqueles que estejam ao seu alcance e que sejam perigosos.

O equilíbrio, bendito tesouro

Para que o bebê possa se manter de pé por conta própria, além de estar motivado e com vontade de pegar em diversos objetos, deverá cumprir estes requisitos físicos:

  • Ter força nas pernas e no tronco
  • Ter estabilidade

No entanto, quando finalmente consiga se manter em pé, o medo de cair não demorará. A melhor maneira de ajudá-lo será lhe mostrando como dobrar os joelhos para se sentar. Também é importante que o elogiem e o premiem a cada nova conquista.

Questão de prática

Existem varias maneiras de estimular a capacidade psico-motora da criança. Neste caso, para que consiga parar e se manter em pé, seguem algumas dicas de como podem contribuir para fortalecer as pernas do bebê:

  • Coloquem brinquedos sobre um móvel baixo sem quinas
  • Ofereçam seus dedos para que ele agarre e possa utilizá-los como apoio para ficar de pé e se sentar.
  • Coloquem um brinquedo firme e alto para que o utilize como apoio
  • Brinquem de colocá-lo em pé e pulando sobre seus joelhos

Você por estar interessado