A higiene genital durante a gravidez

Durante a gestação, a vagina sofre alterações causadas pela mudança hormonal típica deste período. Neste caso, uma higiene íntima inadequada pode causar infecções e/ou provocar complicações durante a gestação.

Uma das causas mais comuns de infecção vaginal é a falta ou a inadequação da limpeza genital. Uma higiene deficiente pode ser consequência da falta de informação ou, inclusive, pelo incômodo de efetuá-la corretamente, devido ao tamanho da barriga.

As mudanças não esperam.

Na gravidez, a vagina tem mais quantidade de secreções que afetam o pH e a flora vaginal. Estas mudanças causam maior umidade, por esse motivo é comum que quase todas as grávidas apresentem corrimento vaginal, prurido e ardor em algum momento. Se as infecções genitais durante a gravidez permanecerem, o risco de um trabalho de parto prematuro é maior.

A higiene genital

Os especialistas recomendam higienizar a área externa e intermediária entre uma e três vezes ao dia em países de clima quente, e ao menos uma vez por dia em países de clima frio. Em relação à técnica, o melhor é limpar com água fazendo movimentos circulares e secar cuidadosamente a área genital. O ideal é utilizar sabonetes com pH ácido e não alcalinos. Outras recomendações são:

  • Utilizar roupa mais larga para favorecer a ventilação local e a irrigação de sangue necessária.
  • Trocar a roupa íntima ao menos uma vez ao dia.
  • Dormir sem roupa íntima ou com roupas largas.

Você por estar interessado

Prurido (comichão)

A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

Prurido (comichão)



A barriga coça? Novamente, a alteração hormonal produzida durante a gravidez é a culpável. É normal que isso aconteça, mas é sempre melhor verificar com seu médico.

O prurido na pele é comum na gravidez. Sua pele está mais seca e geralmente pode causar a coceira. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas especialmente na pele do abdômen e principalmente nas estrias que parecem progredir na gravidez. Você também pode ter prurido ao redor dos tornozelos que está ligada as alterações nas veias das pernas. De qualquer forma, é um prurido leve que não a deixar acordar na noite e raramente deixa marcas de se ter coçado.

O prurido cede com a aplicação de loções hidratantes, mas você deve consultar com seu médico ou dermatologista para saber o que você não pode usar.

Em outros casos, o prurido pode ser devido a infestações parasitárias, tais como escabiosis (sarna), doenças hepáticas como cirrose biliar primária ou colestase gravídica, doença renal, tireoidea ou cutânea. Em geral, nestes casos, o prurido pode ser muito intenso, especialmente nas palmas e nas plantas do pé, chegando a acordá-la na noite ou não a deixar dormir. Isso também causa uma comichão tão intensa que deixa marcas. Com qualquer uma dessas últimas características, é importante consultar com o médico.

Você por estar interessado