Como realizar os exercícios de Kegel?

Como realizar os exercícios de Kegel?

Os exercícios de Kegel são muito simples, mas o segredo de sua eficácia é a constância e a repetição. Aqui estão algumas dicas para ter em mente.

Como realizar os exercícios de Kegel?



Os exercícios de Kegel são muito simples, mas o segredo de sua eficácia é a constância e a repetição. Aqui estão algumas dicas para ter em mente.

Se você já identificou os músculos do seu assoalho pélvico (a maneira mais simples é parar a liberação de urina por alguns segundos e relaxar-se novamente) o próximo passo é alcançar a regularidade e um bom número de repetições.

O aconselhável é fazê-los 4 vezes por dia. Para isso, você pode estabelecer fazê-los durante outra atividade que você faça diariamente. Lembre-se de que eles são indicados durante a gravidez e o pós-parto, por isso você pode fazê-los, por exemplo, quando amamenta a seu bebê ou quando lhe dá a mamadeira; enquanto viaja para o trabalho; enquanto assiste TV, etc.

Uma vez que você estabeleceu os momentos que são confortáveis, damos algumas sugestões para que você consiga um maior número de repetições:

Lentamente, aperte os músculos como você fez quando tentou parar a urina. Controle-os e mantenha-os contando até 5, depois relaxe-los por 5 segundos mais. Repita esta série 10 vezes.

Progressivamente, aumente o tempo de contração e relaxamento, quanto mais tempo você consiga manter a contração, mais fortes serão seus músculos.

Rapidamente: contraia e relaxe os músculos o mais rápido possível por dois ou três minutos ou até ficar cansada (se isso acontecer primeiro). Repita a série 10 vezes.

Você por estar interessado

Parto de múltiplos

O parto de múltiplos é mais complexo que o de um só bebê. Entretanto, se a gravidez for controlada de forma sistemática por médicos especializados, a maioria das possíveis complicações pode ser previstas.

A forma em que o parto será realizado depende de vários fatores, tais como a quantidade de bebês que vai nascer, a posição em que eles se encontram, a idade gestacional e o estado de saúde da mãe e dos seus bebês.

  • Um parto múltiplo é atendido por uma equipe médica mais numerosa que um parto único, por isso o mais provável é que ele ocorra no na sala de cirurgia, e não na sala de parto. Nesse local os médicos contam com todo o necessário para atender qualquer imprevisto que possa acontecer.
  • Em partos múltiplos costumam participar, além do obstetra, um anestesista e um neonatologista, que examina os bebês no momento do nascimento.
  • Um dado importante é que, quando se espera mais de um bebê, não é aconselhável planejar um parto domiciliar.
  • É provável que durante o parto você fique conectada a um monitor fetal, que auxilia o médico a controlar o progresso de cada bebê.
  • Em uma gestação de gêmeos, no geral, os bebês são menores e pesam menos do que um bebê que não teve que compartilhar o espaço do útero e isso facilita o seu nascimento via parto vaginal. O intervalo entre o nascimento de um bebê e outro em um parto normal é inferior a uma hora. Caso a cesária seja necessária, os bebês nascerão em intervalos de poucos minutos.
  • Um terço dos partos de gestações de múltiplos acontece de forma prematura. Se o parto se adianta, os bebês serão controlados detalhadamente para detectar possíveis sinais de sofrimento. Alguns bebês prematuros necessitam ser levados de imediato a unidade de cuidados intensivos para receber cuidados especiais.

Você por estar interessado