Vitaminas e suplementos durante a gravidez

Quando Caryn estava grávida de cinco meses, seu médico lhe disse que tinha uma deficiência de iodo e, no início, não se preocupou demais. Ela tinha trabalhado muito para ficar em forma e saudável durante a gravidez e estava tomando alguns suplementos. Como isso pode acontecer? Testes mostraram que ela era uma pessoa com deficiência moderada de iodo, bem como 50% das mulheres grávidas australianas. Por que essa deficiência deve causar preocupação? Como pode ser tratada?

Vitaminas e suplementos durante a gravidez

Quando Caryn estava grávida de cinco meses, seu médico lhe disse que tinha uma deficiência de iodo e, no início, não se preocupou demais. Ela tinha trabalhado muito para ficar em forma e saudável durante a gravidez e estava tomando alguns suplementos. Como isso pode acontecer? Testes mostraram que ela era uma pessoa com deficiência moderada de iodo, bem como 50% das mulheres grávidas australianas. Por que essa deficiência deve causar preocupação? Como pode ser tratada?

Durante a gravidez, os requisitos de hormônio da tireoide aumentam 50% em relação aos níveis habituais. A falta de iodo durante a gravidez pode ter um impacto significativo no desenvolvimento cerebral dos bebês, tanto no útero quanto após o nascimento. Além disso, as crianças pequenas podem experimentar problemas de desenvolvimento e de aprendizagem quando há deficiências de iodo. Se a deficiência for grave, a criança pode ter uma condição conhecida como transtorno de deficiência de iodo (IDD). Este distúrbio é a causa mais comum de atraso mental previsível e danos cerebrais no mundo. No entanto, uma vez que o dano aparece, é irreversível.

O iodo é utilizado pela glândula tireóidea para fazer o hormônio da tireóidea, um dos hormônios que impulsiona nosso metabolismo. Sem o iodo necessário, a mãe ou o bebê não produzirão hormônio da tireoide suficiente para manter as necessidades do cérebro cobertas. Se no início se desenvolve hipotireoidismo, ou seja, falência da tireoide, existe um risco elevado de aborto espontâneo, parto prematuro e danos neurológicos ao feto.

O professor Eastman, um endocrinologista da Universidade de Sydney e um consultor médico da Fundação da Tiroide, diz: "As mulheres grávidas na Austrália estão ingerindo a metade do iodo diário necessário. Isso me preocupa porque existe um potencial muito grave de efeitos adversos e danos cerebrais na próxima geração de crianças nascidas neste país. Nas populações em que a deficiência de iodo é grave, os escores de QI das crianças são reduzidos em 10 a 15 pontos, a audição é afetada e existe uma tendência marcada no aumento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). É bastante grave que pelo menos a metade dos bebês nascidos neste país correm o risco de sofrer algum tipo de deterioração intelectual como resultado da deficiência materna do iodo".

Dada a natureza preocupante das estatísticas, que indicam que 50% das mulheres grávidas na Austrália têm deficiência de iodo, as mulheres precisam ser muito proativas e se certificar de que estão ingerindo iodo suficiente.

Então, como as mulheres podem prevenir essa condição? Em primeiro lugar, a dieta sozinha não é suficiente, você teria que comer grandes quantidades de alimentos para fazer o trabalho. É necessária uma quantidade adicional de entre 100 e 200 μg de iodo por dia durante a gravidez. Os padrões de alimentos na Austrália e na Nova Zelândia (FSANZ) introduziram o uso obrigatório de sal iodado na fabricação de pão como medida para ajudar a aumentar os níveis de iodo nos alimentos. No entanto, esta fortificação foi insuficiente.

Você pode:

  • Tomar entre 0,5 e 1 litro de leite por dia.
  • Usar sal iodado que é diferente do sal do mar. Você deve verificar se você está comprando sal iodado porque o sal do mar é uma fonte insuficiente de iodo.
  • Comer alimentos ricos em iodo como frutos do mar e algas marinhas.
  • A coisa mais útil que você pode fazer é tomar suplementos de iodo como parte de suas multivitaminas. A maioria contém entre 50 e 150 μg de iodo e você precisa de 100 a 200 μg de iodo por dia. No entanto, é vital ter cuidado com os suplementos e garantir a quantidade de iodo que eles contêm.

Quando Caryn verificou suas multivitaminas, ela descobriu que estava tomando um suplemento que não tinha iodo, então imediatamente mudou para um que tinha. Ela fez algumas pequenas alterações em sua dieta para incorporar mais iodo. Para Caryn proteger o desenvolvimento do cérebro de seu bebê era vital e com o pouco conhecimento que ela tinha sobre o assunto, ela encontrou as ferramentas para torná-lo eficaz.

Você por estar interessado

Semana 34: Compartilhando a alegria

É um bom momento para começar a informar-se sobre tudo o que se refere ao parto para tomar decisões conscientes e responsáveis sobre o nascimento do seu bebê.

Você pode deixar essa lista com alguém que se encarregue de avisar a todas as pessoas, assim, todos vão celebrar com você este momento tão especial da sua vida.

Seu corpo

  • Se esta difícil dormir uma noite inteira, experimente testar alguns conselhos simples: não tire sonecas à tarde, faça exercícios e mantenha-se bem hidratada. Além disso, evite o consumo de líquidos depois das 20 horas para não urinar com tanta frequência. Se não conseguir dormir, é melhor ler ou ver televisão e esperar que o sono volte.
  • Seu corpo suporta cada vez mais peso devido ao avanço da gravidez. Suas costas sofrem e isso provoca uma dor forte. Para isso, é recomendável um bom e relaxante banho de banheira.
  • Devido à pressão que o bebê exerce na sua pélvis, você tem a sensação de que ele desceu ainda mais.

Por outro lado, suas ansiedades e medos podem causar o aparecimento de dúvidas sobre o parto prematuro. Por isso, informe-se bem sobre quais são os sinais e sintomas deste parto:

  • Cólicas que se parecem às cólicas menstruais e que podem vir acompanhadas de diarreia, indigestão ou náuseas.
  • Um fluxo aquoso, de cor rosada ou café, acompanhada de um material mucoso.
  • Fluido amniótico saindo pela vagina.

Seu bebê

  • O bebê mede aproximadamente 43 cm e pesa ao redor de 2400g.
  • Ele se mexe bastante enquanto está acordado, mas, como os recém-nascidos, passa bastante tempo dormindo.
  • Os olhos do seu bebê agora ficam abertos enquanto ele está acordado e se fecham quando o pequeno dorme.
  • Seu sistema de imunidade está desenvolvendo defesas contra inúmeras doenças. Se for um menino, seus testículos já estão junto ao escroto.

Tentamos informar da forma mais precisa possível, mas tendo em conta que as taxas de crescimento e desenvolvimento da gestação são ocasionalmente diferentes para cada mulher, recomendamos que leia a semana exata de sua gravidez, também a semana antes e a semana depois. Em caso de dúvida, não hesite em contatar seu médico.

Você por estar interessado